Receba nossas atualizações

  • Cidade da Bahia
  • Ícone do Facebook Branco

© 2019 por Escriba Comunicação & Consultoria. Criado com Wix.com

  • Cidade da Bahia

Virgínia Rodrigues apresenta seu sexto álbum


A cantora Virgínia Rodrigues apresenta seu sexto álbum, Cada Voz É Uma Mulher (Natura Musical), em show no Teatro do Sesc Casa do Comércio, em Salvador, nesta sexta feira, 2 de agosto, a partir das 21h. Ingressos à venda no link: https://www.ingressorapido.com.br/event/31949-1 e na bilheteria, que funciona de terças a quintas das 13h às 20h30 e sextas a domingos das 13h até o início do espetáculo.


Uma das cantoras mais respeitadas no circuito de festivais Internacionais de jazz e world music, Virgínia já cantou em palcos importantes como Carnegie Hall (Nova York), Hollywood Bowl (Los Angeles), Blue Note (Nova York e Paris), The Barbican (Londres), Queen Elizabeth Hall (Londres), Royal Albert Hall (Londres), além de ter passado por países como Malásia, Canadá, Nova Zelândia, Austrália e Marrocos.


Sua formação musical se deu através de corais de igreja e do que ouvia em seu rádio de pilha. Com uma sofisticação musical sem igual, aliada ao despojamento e intensa energia de palco, emociona a plateia com seu canto poderoso e aveludado, que transita entre o erudito e o popular.


A história da cantora ficou tão conhecida internacionalmente, que os jornalistas americanos a apelidaram de Cinderela brasileira. Ex-manicure, já no lançamento de seu primeiro disco realizou duas turnês pelos Estados Unidos e uma na Europa, recebendo ótimas críticas de veículos do porte do jornal The New York Times, Le Monde e revistas especializadas como All Music Guide e Rolling Stones, além de ter sido entrevistada por David Barnie para TV americana.


Descoberta pelo diretor de teatro Marcio Meirelles em 1994, foi convidada a integrar o Bando de Teatro Olodum. Em uma das apresentações, quem estava na plateia e se encantou com Virgínia foi Caetano Veloso. A cantora passou a integrar o casting da gravadora Natasha Records e foi lançada por Caetano no Brasil e no exterior.

Caetano fez a direção artística dos três primeiros discos, que foram lançados no Brasil, Europa e Estados Unidos: Sol Negro, lançado em 1997 e Nós, em 2000, que tiveram produção musical de Celso Fonseca; e Mares Profundos, lançado em 2002, com produção musical de Luís Brasil.


Em 2008, Virgínia lançou Recomeço (Biscoito Fino), produzido por Cristóvão Bastos, que apresenta clássicos do cancioneiro brasileiro em tom camerístico. Em 2015, Virgínia lançou seu quinto disco, Mama Kalunga, com direção musical de Tiganá Santana e Sebastian Notini, lançado pela Casa de Fulô. Mama Kalunga foi indicado como melhor álbum e Virgínia ganhou prêmio de melhor cantora no 27º Prêmio da Música Brasileira, além de ter rendido turnê na Europa e África em 2016 e turnê prevista na Europa em abril e nos Estados Unidos em setembro de 2018.