• Cidade da Bahia

Vermelho Melodrama no Teatro Goethe


Estreia em Salvador, em temporada de nove apresentações no Teatro do Goethe Institut Salvador (Av. Sete de Setembro, 1809 - Corredor da Vitória), o espetáculo “Vermelho melodrama”, que mergulha no gênero do melodrama e que, a partir de suas típicas construções, aciona questionamentos sobre as ficções de nossa atual realidade. Baseada em texto do dramaturgo Gildon Oliveira, com direção e adaptação do diretor teatral, realizador audiovisual e coreógrafo Jorge Alencar, a peça reúne no elenco Eduardo Gomes, Fábio Osório Monteiro, Lia Lordelo, Neto Machado e Véu Pessoa. As sessões serão de 12 a 28 de julho, de sexta a domingo, sempre às 20h, com ingressos a R$ 20 (inteira) e R$ 10 (meia), já à venda em www.sympla.com.br/dimenti.


O texto original e inédito, “Vermelho rubro amoroso… profundo, insistente e definitivo!” é como uma ode ao melodrama por detalhar meticulosamente a sua arquitetura. Gênero dramático surgido no teatro francês no final do século XVIII que se caracteriza principalmente pelo acesso direto à sentimentalidade do espectador, o melodrama, desde seu nascedouro, teve grande apelo popular ao mesclar dramaturgia, música, pantomima, narrativas corporais, vaudeville e comédia ligeira. Largamente expandido na cultura brasileira, costuma ser associado a um entretenimento superficial. Aqui, a abordagem de suas estruturas e técnicas serve para entendê-lo e evidenciá-lo como fenômeno atual, que nos atravessa na rotina.


A história central, inspirada no famoso “crime do ketchup”, ocorrido no interior da Bahia em 2011, gira em torno dos órfãos Lúcio Mauro, Carlos Manuel e Lurdes Maria, que foram criados como irmãos. Segredos inconfessos, triângulos amorosos e paixões inflamadas têm como motor dramatúrgico uma carta que não foi entregue ao seu destinatário, guardando uma revelação que pode mudar o destino de todos. Numa dinâmica entre real e simulacro, as emoções são amplificadas e colocam sentimentos à frente de um pensamento exclusivamente racionalista.


A trilha sonora e direção musical são do compositor baiano Luciano Salvador Bahia, vencedor do Prêmio Braskem de Teatro 2018 na Categoria Especial, pelo conjunto das direções musicais realizadas. Quem assina as canções é o músico e cantor curitibano Leo Fressato. “Vermelho melodrama” é uma montagem que resulta de projeto contemplado pelo Edital Setorial de Teatro, tendo apoio financeiro do Governo do Estado, através do Fundo de Cultura, Secretaria da Fazenda, Fundação Cultural do Estado da Bahia e Secretaria de Cultura da Bahia.

Receba nossas atualizações

  • Cidade da Bahia
  • Ícone do Facebook Branco

© 2019 por Escriba Comunicação & Consultoria. Criado com Wix.com