Receba nossas atualizações

  • Cidade da Bahia
  • Ícone do Facebook Branco

© 2019 por Escriba Comunicação & Consultoria. Criado com Wix.com

  • Cidade da Bahia

TVE exibe animação “Natureza do Homem”, de Caó Cruz Alves


Desde o dia 22 de julho de 2019, a série de animação baiana “Natureza do Homem” pode ser acompanhada, de segunda a sexta feira, nos intervalos da programação da TVE Bahia. A obra, criada e dirigida pelo cartunista Caó Cruz Alves, apresenta o personagem “Homem”, simpático, multifacetado e contraditório como a própria natureza humana pressupõe. Com um humor sutil, possui o traço característico do seu criador, que assume o desafio de provocar uma reflexão por parte dos telespectadores.


“Ela aborda a contradição do homem em relação à natureza. Ele está preso à natureza e ele precisa, para a sobrevivência dele, usar a árvore”.


Na série, “Homem” aparece em diversas situações e roupagens, tomando sempre decisões inusitadas diante das necessidades do dia-a-dia. Os episódios são destinados para o público de todas as faixas etárias, mostrando um personagem inteligente, divertido, romântico e versátil.⠀


“A série surgiu a partir de um desenho que eu havia feito no final dos anos 70. Como cartunista. Eu fiz um desenho que era um homem cortando uma árvore. Ele faz um machado e vende. Aí tem outras historinhas que são os consumidores que compraram o machado que vão cortar árvore também com outro objetivo. Um pra fazer fogo, outro pra fazer uma proteção de uma outra árvore na cidade e assim por diante”, explica o cartunista. Segundo ele, em 2014 surgiu a ideia de retomar o tema como uma série.


O diretor Caó e o diretor de arte Fausto Júnior levaram quatro anos para produzir os 26 episódios. “Natureza do Homem” não tem diálogos, a trilha sonora é marcada por ruídos e vinhetas musicais de Marcos Stress, com tema original composto por Alan Verhine. A obra seriada é fruto do Edital nº 02/2014 de Fomento à Produção Audiovisual Baiana, com recursos do Fundo Setorial do Audiovisual (FSA), através da Agência Nacional do Cinema (Ancine) e de orçamento do Instituto de Rádio Difusão do Estado da Bahia (IRDEB).