• Cidade da Bahia

Taxa de ocupação em UTIs sinaliza início da reabertura



O percentual de ocupação dos leitos de UTI para tratamento da Covid-19 em Salvador caiu para 75% na noite deste domingo, 19 de julho. A informação foi dada pelo prefeito ACM Neto em suas contas nas redes sociais, acrescentando que, mantida esta taxa nos próximos cinco dias, será possível a primeira fase de relaxamento do isolamento para a retomada da atividade econômica na capital baiana.


“Esse resultado é consequência direta do enorme esforço feito pela Prefeitura na construção de hospitais de campanha, contratação de profissionais e de novos na rede privada e, principalmente por colocarmos a vida das pessoas sempre em primeiro lugar”, explicou o prefeito.


Conforme o protocolo para a reabertura das atividades econômicas, definido em conjunto pela Prefeitura com o Governo da Bahia e anunciado no dia 7 de julho, a retomada das atividades será de forma gradual e se dará em ciclos com avaliações a cada 14 dias, a partir da análise dos dados da evolução da doença. Nesta primeira fase, esse índice tem que ser inferior a 75%; na segunda, abaixo dos 70%; e na terceira, menor do que 60%. Nas três fases, os respectivos percentuais precisam permanecer no patamar indicado por pelo menos cinco dias para o início da retomada em cada ciclo.


Ou, seja, caso a taxa permaneça abaixo de 75%, Salvador entrará na primeira fase da retomada, o que permitirá a reabertura, mediante protocolos gerais e específicos, de shopping centers e centros comerciais correlatos, comércio de rua acima de 200 metros quadrado (aqueles com espaço inferior já podiam abrir seguindo as regras de proteção à vida), templos religiosos e igrejas, além de serem permitidos eventos em sistema drive in.


Na segunda fase, poderão ser retomadas as seguintes atividades: academias de ginástica e similares, barbearias, salões de beleza, centros culturais, museus e galerias de arte, lanchonetes, bares e restaurantes. Já na fase três, poderão reabrir parques de diversões e temáticos, teatros, cinemas, casas de espetáculo, clubes sociais, recreativos e esportivos, centros de evento e convenções.


REGRAS GERAIS PARA A RETOMADA


-Manter distância mínima de 1,5m entre qualquer pessoa;

-As estações de trabalho que não atendam ao distanciamento mínimo devem utilizar barreiras físicas entre as pessoas;

-Demarcar no chão as posições de fila e assentos de espera/atendimento, respeitando o distanciamento mínimo;

-Evitar controle de acesso com contato físico, a exemplo de biometria e catracas;

-Limitação de acesso aos elevadores a 30% da capacidade;

-Adotar regimes de escala, revezamento, alteração de jornadas e/ou flexibilização de horários de entrada, saída e almoço, sempre de forma padronizada, assim como revezar horários de utilização de espaços comuns, como refeitórios e vestiários;

-Viabilizar atendimento diferenciado para grupos de risco;

-Proibição de prestação de serviços de manobristas;

-Priorizar pagamento via transferência digital ou cartão de crédito e similares;

-Instalar barreira de acrílico no caixa, se possível, e/ou exigir utilização de máscara shield;

-Cobrir meios de pagamento com filme plástico para facilitar higienização após cada uso;

-O uso de máscara facial é obrigatório para todos (funcionários e clientes);

-É obrigação do empregador fornecer EPIs e as máscaras faciais em quantidade adequada para cada trabalhador;

-Disponibilizar kit completo para higienização nos banheiros (álcool em gel a 70% e/ou preparações antissépticas ou sanitizantes de efeito similar, além de sabonete líquido e toalhas de papel não reciclado) e kits à base de álcool em gel a 70% nos locais visíveis, de maior fluxo de pessoas e/ou de maior contato constante;

-Exigir que clientes ou usuários higienizem as mãos com álcool em gel a 70% ou soluções de efeito similar ao acessarem e saírem do estabelecimento;

-Antes, durante e após o período de funcionamento, reforçar a sanitização do ambiente com álcool em gel a 70% e/ou preparações antissépticas ou sanitizantes de efeito similar;

-Os banheiros devem ser higienizados constantemente;

-Os meios de pagamento devem ser higienizados após cada uso;

-As superfícies de toque devem ser higienizadas no mínimo a cada duas horas;

-As demais áreas devem ser higienizadas antes da abertura e no fechamento do estabelecimento;

-Colocar sinal indicativo de número máximo de pessoas permitido no estabelecimento;

-Estabelecimentos com área igual ou superior a 200m² devem aferir a temperatura dos colaboradores, prestadores de serviço e clientes na chegada ao ambiente de trabalho, impedindo a entrada caso a temperatura esteja igual ou superior a 37,5°C;

-Afastar os colaboradores para isolamento domiciliar de 14 dias que testarem positivos para a Covid-19, tenham tido contato ou residam com caso confirmado de coronavírus ou apresentarem sintomas de síndrome gripal e monitorá-los.

Receba nossas atualizações

  • Cidade da Bahia
  • Ícone do Facebook Branco

© 2019 por Escriba Comunicação & Consultoria. Criado com Wix.com