• Cidade da Bahia

São Francisco Xavier: Salvador celebra seu protetor contra epidemias



Com a presença de “autoridades civis, militares e religiosas”, foi realizada na manhã desta segunda-feira, 10 de maio, na Catedral Basílica, no Centro Histórico, a missa pelos 335 anos da consagração oficial São Francisco Xavier como padroeiro de Salvador. Como há mais de três séculos, a homenagem surge em meio a uma epidemia e, por isso, ocorreu com todos os protocolos de segurança e com acesso limitado.


A santa missa foi presidida pelo arcebispo de São Salvador da Bahia e Primaz do Brasil, cardeal dom Sérgio da Rocha, concelebrada pelo arquiabade do Mosteiro de São Bento dom Emanuel D’able do Amaral. Em virtude da pandemia do novo coronavírus, pelo segundo ano consecutivo, não ocorreu a tradicional procissão com a imagem de São Francisco Xavier pelas ruas do Centro Histórico da capital baiana. A celebração do padroeiro de Salvador também marca a renovação dos votos de fé dos vereadores de Salvador.


Estiveram presentes na celebração o prefeito Bruno Reis, a vice-prefeita Ana Paula Matos, o presidente da Câmara, Geraldo Júnior (MDB), e os vereadores Joceval Rodrigues (Cidadania) e Paulo Magalhães Júnior (DEM),


São Francisco Xavier se tornou padroeiro da cidade no dia 10 de maio 1686, após uma manifestação popular pedir às autoridades locais o envio deste pleito ao papa. A popularidade do santo cresceu após os fieis atribuírem a ele a vitória sobre a epidemia de febre amarela. O epsódio é tratado na crônica publicada no Cidade da Bahia “A peleja de São Francisco contra o mal da bicha”.


*Fonte Secom Câmara de Salvador, foto de Antônio Queirós

0 comentário

Posts recentes

Ver tudo