• Cidade da Bahia

Pituba terá isolamento reforçado a partir desta quarta



A partir desta quarta-feira, 13 de maio, a Pituba também será incluída na lista dos bairros de Salvador com restrições mais rigorosas para a circulação de pessoas e funcionamento do comércio. O bairro foi incluído na lista devido ao grande crescimento de casos da Covid-19. As medidas também atingem os bairros da Boca do Rio e Plataforma.


A Pituba registra hoje 85% do número de veículos circulando pelo bairro, mas a estratégia de regionalização das ações funcionará sem a interdição do tráfego e envolve o fechamento para pedestres do calçadão no trecho entre a Arena Aquática de Salvador, na Praça Wilson Lins, até o Centro de Convenções de Salvador, já na Boca do Rio. No bairro, também estará proibido o funcionamento de qualquer atividade comercial, exceto supermercados, farmácias, bancos e lotéricas. As medidas também terão validade de sete dias.


Quem passa pela Avenida Joana Angélica, em Nazaré, desde segunda-feira (11), vê um cenário diferente da aglomeração e excesso de atividades do comércio informal presentes na localidade nos últimos dias. O início da operação conjunta foi acompanhado na Joana Angélica pelo prefeito ACM Neto e pelo vice Bruno Reis, além do comandante geral da Polícia Militar da Bahia (PM-BA), coronel Anselmo Brandão, dentre secretários municipais e imprensa. Prevista para começar no sábado passado (9), o início do bloqueio seletivo de bairros de Salvador foi adiada devido às fortes chuvas no fim de semana.


Para minimizar o impacto social causado pelas medidas, a Prefeitura oferece à população dessas localidades distribuição de máscaras; aplicação de testes rápidos em postos fixos; medição de temperatura; e ações de higienização nas ruas e de enfrentamento ao Aedes aegypti, transmissor da dengue, zika e chikungunya. Além disso, são levados os serviços do Centro de Referência e Assistência Social (Cras), administrado pela Secretaria Municipal de Promoção Social e Combate à Pobreza (Sempre), para atendimento à população.


Os ambulantes e feirantes que atuam nesses locais têm acesso à cesta básica a ser oferecida pela Prefeitura, por meio da Secretaria Municipal de Ordem Pública (Semop). O benefício será concedido mesmo se o trabalhador estiver recebendo outros auxílios dos governos municipal e federal, a exemplo do Salvador por Todos e o benefício emergencial de R$600 da União.


*Fonte Secom Salvador, foto de Max Haack/Secom

Receba nossas atualizações

  • Cidade da Bahia
  • Ícone do Facebook Branco

© 2019 por Escriba Comunicação & Consultoria. Criado com Wix.com