Receba nossas atualizações

  • Cidade da Bahia
  • Ícone do Facebook Branco

© 2019 por Escriba Comunicação & Consultoria. Criado com Wix.com

  • Cidade da Bahia

Mais de cem entidades negras e indígenas terão apoio



A Prefeitura anunciou o apoio a 110 entidades negras e indígenas, que receberão recursos e suporte para realização de desfiles no Carnaval 2020. A formalização da iniciativa foi feita pelo prefeito ACM Neto durante evento na sede da Fundação Gregório de Mattos, na Barroquinha. A solenidade reuniu gestores e representantes de blocos e grupos de afoxé, samba, reggae, hip-hop, rap, capoeira e outras representações tradicionais. Também participaram do encontro o vice-prefeito Bruno Reis, a titular da Secretaria Municipal da Reparação (Semur), Ivete Sacramento, além do secretário de Cultura e Turismo (Secult), Claudio Tinoco, e do presidente da Empresa Salvador Turismo (Saltur), Isaac Edington.

Receberão investimentos municipais, por exemplo, blocos como o Malê Debalê, Muzenza, Ilê Ayê, Olodum, Commanches do Pelô, Afro Liberdade, Filhos de Gandhy, Apaches do Tororó, Jogo de Ifá, Alvorada, Índios Tamoios, Apaxes do Tororó, Filhos de Nanã, Corisco, Sambaterramar e Soweto, entre outros.


O prefeito ACM Neto ressaltou ainda que a festa momesca tem se tornado cada vez mais democrática e que este ano a programação carnavalesca terá como uma das novidades o espaço Origens. O projeto levará artistas da cena independente e alternativa da black music e suas vertentes como afro pop, rap, reggae, r&b para o Espaço Cultural da Barroquinha. As apresentações dos artistas acontecem dos dias 21 a 25.


O presidente e fundador do Ilê Aiyê, Antonio Carlos dos Santos, o Vovô do Ilê, relatou as dificuldades que as instituições negras vêm tendo para conseguir apoio do setor privado. “A Prefeitura sempre nos deu contribuição e neste ano está com mais força”, afirmou.


*Fonte Secom/Salvador, foto Secult/BA