• Cidade da Bahia

Ilha de Maré ganha terminal marítimo reformado



As obras do terminal marítimo da localidade de Botelho, em Ilha de Maré, estão concluídas, prontas para serem entregues. O secretário do Turismo do Estado, Fausto Franco, fez a última visita técnica ao local antes da entrega da obra, nesta quinta-feira, 29 de abril. Na oportunidade ele também visitou as obras da base náutica Marina de Itaparica, que estão 85% concluídas.


As intervenções integram o pacote de 13 intervenções de infraestrutura náutica na Baía de Todos-os-Santos, a maior do país, promovida pela Secretaria de Turismo do Estado (Setur), por meio do Prodetur Nacional Bahia. O programa está investindo cerca de US$ 76 milhões na região. Segundo Fausto Franco, o investimento, que foi captado a partir de um empréstimo do Banco Interamericano do Desenvolvimento (BID), “vai dar uma guinada em toda a economia náutica do nosso estado”.


Entre as 13 intervenções estão quatro marinas e diversos atracadouros. “Temos também a revitalização e ampliação do Museu Wanderley de Pinho, em Caboto, que é uma obra histórica, secular, e que vai dar uma nova dimensão da nossa potencialidade, não somente no turismo náutico, mas na gastronomia, no entretenimento, na arte, na cultura, mostrando tudo isso que a Bahia é. A Bahia é uma mistura, um caldeirão efervescente, e os baianos e turistas vão poder desfrutar muito em breve de todas essas belezas, com muita segurança e com muita infraestrutura para navegar na nossa queridíssima Baía de Todos os Santos”, acrescenta o secretário do Turismo.


As obras na localidade de Botelho, em Ilha de Maré (município de Salvador) incluíram a implantação e requalificação de rampas e de escadas, recuperação da ponte fixa, rampa móvel e cais flutuante de atracação, além da reforma do terminal turístico (bilheteria, receptivo, administrativo, sanitários e espaço de alimentação). O entorno do terminal passou por requalificação urbanística e paisagística. A área total das intervenções é de 1.087,02 metros quadrados.


A pescadora e marisqueira Janimare Santos, 48 anos, diz que a obra na Ilha de Maré vai beneficiar mais de mil famílias que vivem na região. “Vai melhorar muito no nosso desenvolvimento. A Ilha de Maré é pesqueira, a maioria dos moradores vive da pesca. Além da gente ser pescador, a gente tem nosso quebra galho, vendendo nossa cervejinha, nossa comida, para ajudar no orçamento da casa. E essa obra maravilhosa vai trazer desenvolvimento, vai ter muita procura, muito visitante. E que a gente saiba cultivar essa obra, que está muito bonita. Agora cabe a gente a zelar, fazer nossa parte como moradores”.


*Foto de Fernando Vivas/GOVBA

0 comentário

Posts recentes

Ver tudo