Receba nossas atualizações

  • Cidade da Bahia
  • Ícone do Facebook Branco

© 2019 por Escriba Comunicação & Consultoria. Criado com Wix.com

  • Cidade da Bahia

Festival conta com ações de sustentabilidade


Além de ser espaço de diversidade, lazer e confraternização, o Festival Virada Salvador também tem dado exemplo de sustentabilidade. Com apoio da Limpurb, a Ambev, uma das patrocinadoras do evento, a coleta seletiva foi implantada dentro da Arena Daniela Mercury, envolvendo duas redes de cooperativas: a Central de Cooperativa Rede Reciclável Salvador Bahia (Coop Rede) e a Rede Inclusiva de Cooperativas e Catadores de Resíduos Sólidos da Bahia (Icatres Bahia).


No espaço da festa, foram instaladas 60 caixas coletoras, sendo 30 para resíduos úmidos e 30 para secos. Para a ação, a equipe de educação ambiental da Limpurb realizou palestra de capacitação dos comerciantes informais que estão atuando no festival, com orientações de como realizar a separação dos resíduos por tipo. Além disso, dois mascotes da limpeza estão fazendo abordagem do público de forma lúdica para estimular e chamar a atenção para esta causa.


Até a manhã de segunda-feira, 30, foram recolhidas cerca de duas 5,5 toneladas de materiais através da coleta seletiva. “Essa é uma importante ação para levar essa ideia da separação dos resíduos a um grande público, fortalecendo o trabalho que a Prefeitura vem realizando em prol da preservação do meio ambiente”, destacou o titular da Limpurb, Marcus Passos.


Para o presidente da Coop Rede, Cristiano Alves, a ação também é uma oportunidade para gerar renda extra. “Grandes eventos como esses dão a chance de pessoas daqui mesmo de Salvador e até do interior do estado ganhar dinheiro. A nossa estimativa é que a coleta seletiva, durante os festejos do Réveillon, beneficie 30 famílias diretamente e outras 120 indiretamente. Isso porque há famílias que têm parceria com a Coop Rede para vender os materiais, enquanto outras podem negociar com outras cooperativas”.


Na Arena Daniela Mercury há duas centrais de apoio da coleta seletiva, uma de cada rede de cooperativa, que servem como um ponto central para armazenamento dos materiais recolhidos pelos catadores cooperados e também para a compra do que foi recolhido por profissionais que fazem o trabalho de catação na festa. Essas estruturas vão funcionar até o dia 1° pela manhã.


Os resíduos úmidos depositados nas caixas coletoras instaladas pela Limpurb, como restos de alimentos, serão destinados à coleta convencional, para o Aterro Metropolitano Centro (AMC). Já os resíduos secos, como garrafas pet, latinhas, sacolas plásticas e papelão, por exemplo, serão entregues gratuitamente às centrais de apoio na arena, que posteriormente farão a triagem e a venda desses materiais, com renda revertida para as respectivas redes de cooperativas.


*Fonte e foto Secom/Salvador