Receba nossas atualizações

  • Cidade da Bahia
  • Ícone do Facebook Branco

© 2019 por Escriba Comunicação & Consultoria. Criado com Wix.com

  • Cidade da Bahia

Feira de São Joaquim fechará neste domingo



A tradicional Feira de São Joaquim, uma das maiores do país, situada no bairro de Água de Meninos, em Salvador, estará fechada neste domingo, 22 de março, por conta da pandemia do coronavírus. A decisão foi tomada pelo Sindicato dos Vendedores Ambulantes e Feirantes de Salvador, após reunião com as Secretarias de Saúde do Estado da Bahia e do Município de Salvador.


Como lembra o jornalista e filho de feirante Chico Araújo, será a primeira vez que a feira estará fechada num domingo em mais de meio século de história. Ela foi criada após um grande incêndio, em 1964, que destruiu a antiga feira de Água de Meninos. Esta antiga feira foi retratada em um dos mais importantes filmes do cinema brasileiro, “A grande feira”, de Roberto Pires, com Antônio Pitanga e Luiza Maranhão. Mais recentemente, a história da feira foi resgatada pelo documentário “Água de Meninos – A Feira do Cinema Novo”, da cineasta e roteirista baiana Fabíola Aquino.


“Decidimos fechar a feira no domingo, que é um dia de menor movimento, mas na segunda-feira (23) abriremos normalmente”, disse o presidente do Sindicato, Nilton Ávila. Segundo ele, a feira não pode fechar definitivamente, já que está entre os principais centros de abastecimento da cidade.


Em um vídeo que circula nas redes sociais, Nilton Ávila pede o apoio dos feirantes e dos clientes para não comparecerem à feira neste domingo (22). “Peço a contribuição de todos os feirantes, que não venham para a feira. Os portões estarão fechados. Essa é nossa contribuição para a diminuição dessa crise instalada. Peço também aos clientes que fiquem em casa. Vamos em frente, que isso vai passar, com fé em Deus”, disse.


CONFIRA OUTRAS MEDIDAS JÁ ANUNCIOADAS


- Proibição de qualquer evento com mais de 500 pessoas na cidade, que começou a valer na segunda-feira (16) e está mantida por tempo indeterminado;


- Proibição de viagens internacionais para os servidores da Prefeitura, bem como, dentro do Brasil, aos estados do Rio e São Paulo. Aqueles colaboradores que retornarem de viagens internacionais vindos de países com focos da doença devem ficar em isolamento residencial por sete dias, além de fazer o teste para coronavírus;


- Suspensão das aulas na rede pública e privada de ensino – medida vale por 15 dias, contados a partir da última quarta-feira (18). As universidades privadas também estão incluídas no decreto, bem como autoescolas;


- Distribuição de cestas básicas para todos os alunos da rede municipal, inclusive de creches conveniadas, a partir da próxima segunda-feira (23). Serão mais de 143 mil cestas, inicialmente;


- Suspensão do funcionamento das academias de ginástica, cinemas, teatros, casas de espetáculo e parques infantis públicos (mantidos pelo município) e privados, iniciativa que começou a valer na última quarta-feira (18) e será mantida por 15 dias;


- Interdição total de seis praias a partir deste sábado (21), inicialmente por um período de 15 dias. As praias fechadas são as do Porto da Barra, Farol da Barra, Rio Vermelho, Itapuã, Piatã e Ribeira;


- Suspensão das atividades nos clubes sociais, recreativos e esportivos a partir deste sábado (21), pelo período de 15 dias;


- Redução em até 30 % da frota de ônibus a partir deste sábado (21), valendo por 15 dias. A medida exclui os horários de pico, para não gerar maiores prejuízos aos trabalhadores;


- Determinação de que 30% do total dos trabalhadores de cada central de call center e telemarketing atuem em casa. Além disso, funcionários com idade a partir dos 65 anos, gestantes e pessoas que utilizam medicamentos imunossupressores devem ser dispensados da ida ao trabalho nessas empresas. Medida vale por 15 dias, contados a partir de segunda-feira (23);


- Suspensão das férias e licenças dos funcionários das secretariais municipais de Saúde (SMS) e de Promoção Social e Combate à Pobreza (Sempre), além da Guarda Civil Municipal (GCM) e Defesa Civil (Codesal);


- Suspensão da exigência de recadastramento dos servidores públicos municipais aposentados ou pensionistas;


- Trabalho remoto para colaboradores acima de 65 anos (exceto aqueles cujas atividades sejam consideradas essenciais ou estratégicas), assim como para mulheres gestantes e pessoas com doenças crônicas. Além disso, foi determinado o fechamento parcial ou total de algumas repartições e órgãos públicos, com ampliação do home office. Serviços essenciais, a exemplo da área de saúde, segurança e promoção social, seguem normalmente;


- Reforço da limpeza e higienização das estações de transbordo e dos ônibus;


- Revalidação do Salvador Card deixa de ser feita presencialmente e começa a ser feita pelo aplicativo Kim;


- Decretação de situação de emergência na cidade e fechamento dos shopping centers e centros comerciais pelo período de 15 dias, contados a partir deste sábado (21), com exceção de clínicas médicas que funcionam dentro desses estabelecimentos;


- Suspensão do funcionamento do Elevador Lacerda e do Mercado Modelo;


- Transalvador suspende restrição de circulação de caminhões de grande porte em horários de picos nas vias da capital baiana, além de limitar atendimento presencial;


- Inaugurações oficiais da Prefeitura passam a ser realizadas sem a presença de púbico;


- Suspensão do Castramóvel;


- Ampliação de doação de alimentos a pessoas em situação de rua, idosos e pessoas com deficiência. Asilos são beneficiados;


- Ampliação do horário de funcionamento do Restaurante Popular em São Tomé de Paripe. Equipamento passa a funcionar das 11h às 13h30, priorizando idosos e pessoas com deficiência;


- Proibição de visitas em grupo aos idosos que estão no Abrigo Dom Pedro II;


- Atividades de permanência estão suspensas temporariamente no Centro Dia. As famílias estão recebendo o suporte de maneira remota – medida adotada desde a última terça-feira (17) e por tempo indeterminado;


- Álcool em gel e máscaras são distribuídos para os assistentes sociais e funcionários de todos os setores da Sempre;


- Doação de colchões, materiais de limpeza e cestas básicas para 47 instituições que cuidam de idosos na cidade.


*Foto de Lázaro Roberto feita em 1992