• Cidade da Bahia

Espetáculo no TCA aborda o racismo


Decidido a abordar os efeitos causados pelo racismo na subjetividade de pessoas negras, o espetáculo “Pele negra, máscaras brancas” é a atração do projeto Domingo no TCA do mês de julho. O evento será realizado na Sala Principal do Teatro Castro Alves, 14 de julho, a partir das 11h Ingressos a R$ 1,00 (inteira) e R$ 0,50 (meia), com vendas somente no dia, a partir de 9h, e acesso imediato do público.


Com dramaturgia de Aldri Anunciação, a montagem é a primeira da Cia. de Teatro da Universidade Federal da Bahia (UFBA) encenada por uma diretora negra, Onisajé (Fernanda Júlia), e tem elenco com dez atores também negros. Seu importante conteúdo simbólico e a grande repercussão durante temporada em março e abril no Teatro Martim Gonçalves, em que foi assistida por 2,5 mil espectadores, são motivos de colocar a obra no palco mais importante da Bahia.


Perpassando três contextos temporais (1950, 2019 e 2888), a narrativa é baseada na obra homônima do pensador Frantz Fanon (1925-1960), além de trazer referências do livro “Os Condenados da Terra”. O texto é ficcional, mas se vale das teorias do psiquiatra e filósofo para costurar os personagens analisados pelo autor e investigar os sofrimentos psicológicos causados pelos processos coloniais em corpos negros.


O Domingo no TCA é uma iniciativa do Teatro Castro Alves, Fundação Cultural do Estado da Bahia (Funceb) e Secretaria de Cultura do Estado da Bahia (SecultBA), que se compromete em ampliar e diversificar o seu público frequentador, oferecendo-lhe acesso a espetáculos qualificados, das mais diversas linguagens artísticas. Desde 2007, com mais de 140 edições e cerca de 200 mil espectadores, o projeto engloba apresentações de música, teatro, dança, circo, cinema, de variados estilos e proposições estéticas, da Bahia, do Brasil e do mundo.

1 comentário

Posts recentes

Ver tudo