• Cidade da Bahia

Emiliano José relembra os anos de chumbo em “O cão morde a noite”



Memórias dos anos de chumbo. É o que o jornalista, escritor e membro da Academia de Letras da Bahia, Emiliano José, compartilha com os leitores em seu 15º livro, “O cão morde a noite”, que será lançado virtualmente nesta terça-feira, 23, às 16h30, durante o Congresso da Ufba.


Além do autor, o evento contará com a participação do filósofo João Carlos Salles, reitor da instituição e responsável pelo prefácio da edição, e dos jornalistas Mônica Bichara e Adilson Borges. A transmissão será pelo canal no Youtube da Edufba – Editora da Universidade Federal da Bahia, responsável pela edição.


Conforme texto de divulgação da Edufba, a obra transita entre o sonho e a realidade, a poesia e a crueldade, a inocência e a descoberta do mundo, nunca o desencantamento dele. O texto toma o(a) leitor(a) pela mão e revela os caminhos de uma infância muito pobre do protagonista Emiliano José, até novembro de 1970, quando é preso durante a ditadura militar.


Sobrevivente, Emiliano passa quatro anos preso, e lembra o dia a dia cinzento, esmagador e a gigantesca clepsidra. Quando sai de cena para dar lugar aos companheiros de prisão e suas histórias, tão ou mais ricas, surge o cotidiano de cadeias, principalmente da Galeria F da Penitenciária Lemos Brito. Assim, testemunha-se a prosaica e rica convivência de tantos prisioneiros políticos, angústias e alegrias. Um livro de memórias, autobiográfico, coabitado com seus parceiros de jornada.

0 comentário

Posts recentes

Ver tudo