• Cidade da Bahia

Dia do Índio foi criado por Vargas em 1943



Tem-se no anedotário popular que fazer um programa de índio é participar de uma atividade ruim, furada ou de resultado desagradável. De fato, reconhece-se que no balanço das forças que resultaram na Nação Brasileira não coube aos indígenas na maioria das vezes as compensações. Ao contrário, ainda hoje eles enfrentam dificuldades para preservar sua cultura, suas reservas e suas fontes de sustento. Os que não morreram por agressão direta, foram vítimas das doenças trazidas pelos brancos, às quais se soma hoje uma que é nova para todos, a Covid-19.


O Dia do Índio, celebrado no Brasil em 19 de abril, foi criado pelo presidente Getúlio Vargas, através do decreto-lei 5540 de 1943. A data havia sido proposta em 1940, pelas lideranças indígenas do continente que participaram do Congresso Indigenista Interamericano, realizado no México. Durante este congresso foi criado o Instituto Indigenista Interamericano, também sediado no México, como função zelar pelos direitos dos indígenas na América.


O Brasil não aderiu imediatamente ao instituto, mas, com a intervenção do Marechal Rondon, apresentou sua adesão e instituiu o Dia do Índio no dia 19 de abril, cumprindo a proposta do Congresso de 1940. O princiap objetivo da data pode é promover a reflexão sobre os valores culturais dos povos indígenas e a importância da preservação e respeito a esses valores.


Calcula-se que havia cerca de oito milhões de nativos em 1500, data oficial do Descobrimento, nas terras que hoje fazem parte do Brasil. Só para comparação, a população de Portugal na época era de um milhão de pessoas. Aculturação, escravidão, extermínio e a transmissão de doenças às quais não possuíam resistência imunológica provocaram uma grande redução desta população nativa ao longo dos séculos.


Segundo o Censo IBGE 2010 existem cerca de 305 povos indígenas, que somam 896.917 brasileiros. Destes, 324.834 vivem em cidades e 572.083 em áreas rurais, o que corresponde aproximadamente a 0,47% da população total do país.


Ao longo da história, no entanto, muito da cultura dos brasileiros nativos foi integrada ao que entendemos de cultura nacional. Se você caiu numa arapuca, passou uma tarde em Itapuã ou pediu uma porção de açaí saiba que essas palavras têm origem indígena. Palavras com a mesma origem também nomeiam estados, cidades, logradouros, frutas e animais, assim como a cultura indígena tem marcante influência na culinária brasileira.


Portanto, mesmo que o Dia do Índio seja 19 de abril, a cultura nativa já faz parte do dia-a-dia dos brasileiros. E se hoje todos se igualam em risco diante do coronavírus é melhor que cada um fique na sua biboca ou na sua rede.


*Foto de Sebastião Salgado

Receba nossas atualizações

  • Cidade da Bahia
  • Ícone do Facebook Branco

© 2019 por Escriba Comunicação & Consultoria. Criado com Wix.com