• Cidade da Bahia

Biografia relembra trajetetória de Luiz Melodia



O livro “Meu nome é Ébano: A vida e a obra de Luiz Melodia”, do escritor Toninho Vaz, foi lançado nesta terça-feira, 4 de agosto, data que marca três anos da morte do compositor. A biografia traz detalhes da trajetória de Luiz Melodia, que lançou seu primeiro álbum, Pérola Negra, em 1973, revolucionando a cena musical com uma maneira própria de cantar e letras profundas sobre o cotidiano carioca e seus personagens.


Em 15 capítulos e mais de 330 páginas, o livro narra também traça uma apurada pesquisa sobre as 146 músicas gravadas em álbuns como Maravilhas Contemporâneas (1976), Mico de circo (1978), Nós (1980), Felino (1983), Claro (1987), Pintando o sete (1991), Relíquias (1995), 14 quilates (1997), Retrato do artista quando coisa (2001) e Zerima (2014).


Uma das vozes mais talentosas da música brasileira emergente nos anos de chumbo, Luiz Melodia desceu do efervescente morro carioca de São Carlos amadrinhado por Gal Costa e sob a bênção dos amigos Hélio Oiticica, Waly Salomão e Torquato Neto. Luiz Melodia ocupou seu lugar na história da música brasileira como um compositor inventivo e poético, e deixou obras-primas como “Pérola negra”, “Estácio, holly Estácio” e “Juventude transviada”. Neste livro, sua trajetória é relatada para além da fama de artista maldito que acompanhou sua carreira e ditou seu status de outsider da MPB, revelando um artista íntegro, profundamente comprometido com sua obra, com seu legado e com seu tempo.

Receba nossas atualizações

  • Cidade da Bahia
  • Ícone do Facebook Branco

© 2019 por Escriba Comunicação & Consultoria. Criado com Wix.com