Receba nossas atualizações

  • Cidade da Bahia
  • Ícone do Facebook Branco

© 2019 por Escriba Comunicação & Consultoria. Criado com Wix.com

  • Cidade da Bahia

“Aos 50 - Quem me Aguenta?” terá nova temporada


Indicada na categoria Melhor Atriz do Prêmio Braskem de Teatro 2019, a atriz baiana Edvana Carvalho fará uma nova temporada do monólogo “Aos 50 - Quem me Aguenta?”, de 16 a 26 de janeiro (quintas a domingos), 20h, na Sala do Coro do Teatro Castro Alves. Responsável pela indicação da atriz, a peça solo, inspirada no formato do Ted Talk, apresenta conversas curtas e engraçadas sobre as diversas situações vividas pela atriz ao longo da vida. Os casos abordados e a maneira como são contados geram identificação direta no público. Os ingressos para a peça podem ser adquiridos na bilheteria do TCA, nos SACs dos Shoppings Barra e Bela Vista e também através dos canais do Ingresso Rápido.


Bem-humorada sem ser superficial, a montagem, dirigida por Marcelo Praddo e com texto assinado por Edvana, traz também uma abordagem crítica e consciente de uma mulher frente às demandas de uma sociedade que ainda se guia pela valorização da juventude. Assim, temas como machismo, racismo e preconceitos diversos, servem como fonte para quebrar paradigmas e mostrar as novas possibilidades do feminino no contexto contemporâneo.


“Aos 50 - Quem me Aguenta?” comemora os 35 anos de carreira da atriz e os 51 anos de estrada. “Acredito que a idade me fez perceber que eu precisava escrever sobre mim, sobre minha voz rasgada, cortada, inflamada, afiada, felina”, afirma Edvana e complementa: “Estou vivendo outra fase na minha vida, que também é de total empoderamento. Já me tornei avó, gosto de dizer que me tornei vovóguete!”.


Natural de Salvador, Edvana participou da primeira formação do Bando de Teatro Olodum, integrou o elenco de produções da Globo, como as novelas Malhação e Pega Pega de Cláudia Souto. No cinema destaque para as participações em Ó Pai, Ó e Os Homens São de Marte... E É para Lá que Eu Vou. Recentemente, interpretou Dona Zuleica, mãe do pugilista Acelino Popó Freitas, na série Irmãos Freitas, de Sérgio Machado, Walter Salles e Aly Muritiba. Edvana é licenciada em Teatro pela UFBA (Universidade Federal da Bahia) e pós-graduada em Psicopedagogia. Em paralelo as artes cênicas, ministra aulas/palestras em escolas públicas pelo Brasil.


O diretor Marcelo Praddo (Simplesmente Elas / O Corrupto) possui uma longa carreira dedicada ao teatro. Em mais de 30 anos de carreira, trabalhou com os mais significativos encenadores teatrais de Salvador. Foi indicado ao Prêmio Braskem de Teatro por quatro vezes e recebeu a estatueta pelos espetáculos Boca de Ouro (direção de Fernando Guerreiro), Os Pássaros de Copacabana e Um Vânia, de Tchekhov (ambos dirigidos por Gil Vicente Tavares). Ele também assinou a encenação do espetáculo infantil O Circo de Só Ler, musical vencedor do Prêmio Braskem na categoria Melhor Espetáculo Infantojuvenil.


*Foto de Diney Araújo/divulgação